GM de Vitória cria a Ronda Ostensiva Municipal para reforçar a segurança da capital

GM de Vitória cria a Ronda Ostensiva Municipal para reforçar a segurança da capital

A formação dos agentes da Guarda Civil Municipal de Vitória (GCMV) que vão participar da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) começou nesta quinta-feira (24), no ginásio do Tancredão, em Mário Cypreste.

A Romu é um grupo tático operacional com objetivo de dar apoio às equipes de prevenção, devidamente treinado e equipado, atuando no controle de distúrbios, na retomada de pontos críticos, em locais onde há maior incidência de crimes violentos e no combate à criminalidade.

Com a presença do prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, e do secretário municipal de Segurança Urbana, Ícaro Ruginski, foi realizado um treinamento de qualificação para manejo calibre 12.

“Por onde passo, só ouço elogios para a Guarda de Vitória. Os agentes estão criando uma verdadeira marca da segurança pública para o morador de Vitória. Cada vez mais vamos diminuir esses índices de criminalidade. Estamos dando a resposta que o cidadão de bem merece. Contem comigo 24 horas por dia e sete dias por semana. Deus está nos abençoando por esse momento”, afirmou o prefeito.

“Tenho certeza de que a Guarda Municipal já sente a diferença de quando assumimos para a atual data, com quase um semestre concluído. Reduzimos todos os índices criminais. A Romu será o diferencial para que a instituição possa continuar sendo valorizada como merece”, disse Ícaro Ruginski.

Curso

São 25 agentes de Vitoria e quatro convidados da Guarda da Serra participando desse curso de formação da Romu. O início do primeiro Curso Tático Municipal (CTM) será na segunda-feira (28), às 7 horas, no Departamento de Operacionais Táticas da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus).

O curso de formação da Romu está previsto para acontecer entre 28 de junho e 17 de julho.

Foto: Elizabeth Nader